blog
edutoledo@uol.com.br
03.03.2017
Presidente da Câmara de Embu pretende mudar sessão para às 10h

Apesar de ainda não ter sido debatida em plenário, a proposta de mudança de horário da sessão da Câmara Municipal de Embu das Artes, que pode passar para às 10h, já causa grande polêmica na cidade. Vista como uma medida para “afastar a população” dos debates políticos, a ideia já foi discutida internamente entre os vereadores, segundo apurou o Blog do Toledo.

Professor Toninho: duras críticas em relação a uma possível mudança de horário da sessão

Nesta quinta-feira, dia 2, entrevistamos uma das maiores vozes da oposição. Professor Toninho (Psol), disse estar indignado com a possibilidade de mudança do horário das sessões, tradicionalmente realizadas a noite. Ex-vereador e nome mais forte da oposição, Toninho classifica a medida como “antipopular”.

Leia a entrevista:

Toninho, qual sua posição sobre uma possível mudança de horário da Sessão da Câmara Municipal para às 10h?
Soube nessa semana que o presidente da Câmara de Embu está gestando a ideia de mudar a sessão da câmara das 18h, realizada às quartas-feiras, para às 10h. Sou totalmente contra essa medida. Sessão nesse horário dificulta a participação popular. O poder legislativo é em tese a caixa de ressonância da sociedade embuense. Ela deve ampliar a democracia e não o contrário.

O Sr. pretende, junto com o Psol, seu partido,  realizar alguma manifestação contra essa possível medida?
Por enquanto estamos usando as redes sociais para denunciar. Se a proposta avançar usaremos outros meios de articular outros segmentos contra tal medida. Vamos articular outros partidos e também movimentos populares da cidade. Não aceitaremos qualquer bloqueio à participação do povo no acompanhamento da administração da cidade. O presidente da câmara me parece que tem uma tendência a tomar medidas antipopulares. Basta lembrarmos-nos do aumento da tarifa do transporte municipal que ele decretou sem nenhuma transparência, sem participação popular através de audiência pública. O que se percebe que ele que tomar a mesma medida no que se refere ao horário das sessões limitar o controle público sobre o legislativo e, por conseguinte, o controle e fiscalização do poder executivo. A democracia deve avançar, e não retroceder.

Essa proposta de mudança de horário da sessão, ela já foi ventilada publicamente ou apenas internamente?
Foi ventilada internamente. Entretanto a fala de hoje na sessão corrobora as suas intenções manifestadas em reunião com os demais vereadores.

Na sua opinião, essa mudança, caso realmente aconteça, pode ser classificada como?
Essa mudança pode ser caracterizada como limitadora da participação popular na câmara de Embu das Artes. Um retrocesso.

Toninho, pra finalizar, o que você espera dessa atual administração do prefeito Ney Santos e da nova Câmara Municipal?
Espero postura republicana na gestão dos recursos públicos. Que recupere o papel do poder público diante de tantas terceirizações e privatizações na cidade. Que o poder legislativo cumpra de papel de fiscalizador do executivo. O que infelizmente não tem acontecido no último período. O poder legislativo virou o departamento do gabinete do prefeito. Me refiro ao mandato anterior.  O fisiologismo e clientelismo é um mal do poder legislativo no Brasil. Eu também espero que os partidos e movimentos sociais organizados façam a sua parte de acompanhar esses mandatos. Nós do Psol vamos fazer nossa parte e convidaremos os demais partidos a fazer o mesmo.

A reportagem tentou entrar em contato com o Presidente da Câmara Municipal, Hugo Prado, através do seu facebook, mas não obteve, até agora, retorno.
a

comentários
Seja o primeiro a comentar
deixe seu comentário
Aviso aos navegantes: os comentários são parte fundamental de qualquer site. Com eles, os internautas podem ampliar o debate, complementar as notícias publicadas e tecer críticas e elogios. Por isso não queremos transformar esse espaço em palanque, nem contra e nem a favor. Nós não publicamos comentários com palavrões ou agressões gratuitas, comentários fora do assunto ou com auto-propaganda ou propaganda de terceiros. O Portal O Taboanense reserva-se o direito de, independentemente de qualquer aviso ao autor, EXCLUIR qualquer comentário que, a seu exclusivo critério, considere ofensivo ao seu pessoal ou a qualquer terceiro, bem como a bloquear o acesso de qualquer usuário ao espaço de comentários, caso julgue necessário. Os comentários aqui publicados são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal O Taboanense. Os autores dos comentários são civil e criminalmente responsáveis por publicar qualquer conteúdo que viole a lei (incluindo crimes contra a honra, ameaça, preconceito e discriminação).
Este é um espaço de opinião de convidados e colaboradores do Portal O Taboanense. São visões pessoais que não necessariamente refletem a linha editorial do nosso veículo de comunicação.
Por favor aguarde, enviando comentário.
Comentário enviado com sucesso. Obrigado.
oferecimento
  • publicidade
    Firme junto ao povo